Dadinho de tapioca

  Crocante por fora e macio por dentro, este petisco tem sabor delicado e inesquecível ao mesmo tempo. Sua receita leva queijo coalho e um tempero todo especial que faz sua combinação com molho de pimenta agridoce ser impecável. Foto: produto

Mix de Pastéis

Um clássico das metrópoles, o pastel não pode ficar fora que quaisquer cardápios de petiscos. Aqui você um mix dos tradicionais sabores carne e queijo, feitos com massa especialmente selecionada para tornar essa degustação ainda mais saborosa.

Mix de minibrusqueta

Este delicioso canapé é um convite às delícias do nosso cardápio. Pão especialmente selecionado guarnecido de presunto Parma com mozarela de búfala e tomate trazem ao paladar uma combinação perfeita de sabores e aromas.

Isca de frango

O tradicional peito de frango ganha uma versão suculenta e muito crocante no petisco servido em nosso BAR FOGO.  Tiras especialmente empanadas e servidas como iscas, são salpicadas com gergelim e servidas na temperatura ideal para sua degustação.

Mini-hambúrguer de pão de queijo

Este é um petisco que não pode faltar em sua visita ao BAR FOGO. Uma versão gourmet e diferenciada do tradicional churrasco servido em nosso rodízio, traz uma porção de pão de queijo recheada com fatias de picanha e molho especial ou um mini-hambúrguer com queijo.

Mix de linguiça e coração

E como não degustar de um petisco que une três delícias do churrasco: linguiça de pernil,  coração de frango e farofa. Suculentos e com temperos na medida certa, com certeza não ficarão somente numa porção.

Picanha fatiada

A estrela do churrasco também está no BAR FOGO! A picanha vem para o seu deleite em uma porção minunciosamente assada no ponto desejado, fatiada e acompanhada por farofa crispy. É impossível comer apenas uma vez esse petisco, que é um dos mais pedidos.

Caipirinhas

Do clássico limão, passando pelo azedinho do maracujá e chegando ao adocicado das frutas vermelhas, as caipirinhas Fogo de Chão trazem sabor e encantos ao paladar. São variadas as opções de caipirinhas e todas são preparadas com a especialíssima cachaça Fogo de Chão.

Caipirinha de limão

O drinque mais brasileiro de todos, a caipirinha, é sempre a preferida para das ocasiões. Tradicionalmente, a de limão é uma das mais pedidas e saboreadas. Seja mais doce, com mais cachaça ou gelo, ela sempre será uma escolha unânime.

Caipirinha de Maracujá

O azedinho do maracujá é excelente para deixar sua caipirinha com um sabor bem mais interessante e marcante. Seja para agradar quem não gosta do limão ou apenas para variar o paladar, o maracujá combina muito bem com a cachaça e suaviza o seu sabor.

Caipirinha de Frutas Vermelhas

O Brasil é famoso no mundo inteiro pela criação da caipirinha, sucesso garantido em todos os momentos. Tradicionalmente, a caipirinha é feita com limão, mas aqui você encontra a versão com frutas vermelhas. Uma delícia refrescante para os paladares mais delicados.

Caipirinha de Morango

Uma ótima dica para variar a pedida da caipirinha, é escolher saborear a combinação e cachaça e morangos. Essa opção é um pouco diferente das outras, pois não precisa de muito açúcar já que essa fruta é mais doce e traz uma combinação de sabores especial a bebida.

Caipirinha de abacaxi

Uma das bebidas mais famosas e queridas do Brasil, a caipirinha ganha uma variação deliciosa para a tradicional de limão. O abacaxi traz um toque naturalmente mais doce deixando um sabor muito especial ao degustar, além de tornar a bebida mais Leve e refrescante.

A primeira Copa do Mundo

1º - A primeira Copa foi realizada em Montevidéu, no Uruguai. O primeiro jogo, entre França e Argentina, contou com uma surpresa: o goleiro francês se machucou aos 26 minutos e, como não era prevista substituição de jogadores naquela época, a seleção teve que se adaptar e colocou o meio de campo como goleiro. Apesar disso, a França ganhou o jogo por 4 a 1. O Uruguai acabou levando a primeira Taça Jules Rimet. A Argentina foi vice-campeã. Fonte: CentralPress Crédito foto: Staff

Segunda Guerra Mundial

  2º - Desde a sua criação, a Copa só deixou de acontecer de 1939 a 1949, por causa da Segunda Guerra Mundial. Fonte: CentralPress Crédito foto: Wikimedia Commons

1950 – Brasil, nenhum jogador expulso

  3º - Na copa de 1950, no Brasil, as seleções estavam comportadas: nenhum jogador foi expulso em nenhuma das 22 partidas disputadas.

1954 – Alemanha x Hungria

  4º - As travas altas das chuteiras usadas pelo time da Alemanha, contra a Hungria, em 1954, em um gramado encharcado, foram fundamentais para a vitória. Até hoje, os alemães veem a Adidas, criadora dos calçados, como uma colaboradora da conquista do título. Fonte: CentralPress Crédito foto: Divulgação/Arquivo Nacional

1958 – Copa da Suécia

  5º - O jogo entre Brasil e Inglaterra, na copa da Suécia, em 1958, foi o primeiro empate em zero a zero na história das Copas. Como era uma situação inédita, alguns jogadores chegaram a pensar que haveria uma prorrogação. Fonte: CentralPress Crédito foto: Divulgação/Arquivo Nacional

1962 – Primeira Copa transmitida pela TV

6º - A copa de 1962 foi a primeira que brasileiros puderam ver pela TV, apesar de não ao vivo. Fitas de videotape eram trazidas de avião e exibidas dois dias depois da realização dos jogos. Fonte: CentralPress Foto: copa 1962 ( Crédito foto: Divulgação/Arquivo Nacional)

1970 – Copa do México

7º - O tricampeonato pelo Brasil, em 1970, no México, cedeu a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Mas, em 1983, ela foi roubada da sede da CBF. Em 1984, a FIFA fez uma réplica da taça e deu-a de presente ao Brasil. A partir de 1974, a taça passou a chamar-se Taça FIFA. Fonte: CentralPress Crédito foto: Divulgação/Arquivo FIFA

1982 – Copa da Espanha

8º - A copa de 1982, na Espanha, contou com a maior goleada da história das Copas: a Hungria venceu El Salvador por 10 a 1. Fonte: CentralPress Crédito foto: DPA/PRESS Assocoation Image

2014 – Copa no Brasil

  9º - O fato trágico da eliminação do Brasil, na Copa de 2014 nas semifinais, pela Alemanha, pela goleada de 7 a 1, foi a maior derrota da Seleção Brasileira, o maior placar em uma semifinal de Copa e o mais desastroso resultado enfrentado por um país-sede na história das Copas. Fonte: CentralPress Crédito foto: Getty Images

2014 – Primeira equipe da Europa a vencer nas Américas

10º - Em 2014, a Alemanha foi a primeira equipe europeia a vencer uma Copa sediada nas américas. Fonte: CentralPress Crédito foto: Getty Images

Brasil – Único em todas as Copas

  11º O Brasil é o único país a ter participado de todas as edições da Copa do Mundo de Futebol. Fonte: CentralPress Crédito foto: EBC